15º HIDROTERAPIA: A SAÚDE PELA ÁGUA

A água algo tão simples, barato e que está ao alcance de todos, é o elemento fundamental da hidroterapia, cuja finalidade é a estimulação da pele mediante diversas ações: térmicas (de calor e frio); mecânicas (maior ou maior pressão) e químicas (devido a substâncias contidas na água em dissolução, ou mediante as substâncias que se acrescentam com propósitos curativos).
O propósito da hidroterapia é alcançar reações locais que tenham uma repercussão em todo o organismo, restaurando a saúde do doente ou aumentando a resistência a enfermidades. Ela atua sobre o conjunto do organismo, aumenta a capacidade imunológica e a resistência ao frio; ativa a circulação sanguínea; inibe os processos inflamatórios; regula o sistema vegetativo e o sistema hormonal; tonifica o sistema nervoso.
Existem duas maneiras ou caminhos de realizar hidroterapia. Um é com movimentos realizados em piscinas específicas, quem trabalha com esse tipo de hidroterapia são os Fisioterapeutas especialistas e dentro dessa modalidade existem várias técnicas, que em geral são indicadas para reabilitação de diversas patologias como hérnia de disco, deficiências motoras e mentais, dores generalizadas, pós-operatórios de cirurgias do joelho entre muitas outras indicações. A outra maneira de realizar hidroterapia é sem movimento, em banhos alternados utilizando o calor e frio, pressão, banheiras específicas para banhos vitais, escalda-pés, fricção com toalha molhada, banho de inalação ou vapor, ducha escocesa, lavagens intestinais, manilúvios, banhos de assento, banho de tronco, ofuros, saunas e etc. O profissional habilitado para trabalhar com esse tipo de hidroterapia são os Naturólogos ou terapeutas naturistas especializados, e dessa maneira a hidroterapia oferece outras indicações agindo direta e indiretamente no organismo.
A aplicação externa da água é um dos mais fáceis e mais satisfatórios meios de regular a circulação do sangue. Um banho frio ou fresco é excelente tônico. O banho quente abre os poros, auxiliando assim a eliminação das impurezas. Tanto os banhos quentes ou neutros acalmam os nervos e equilibram a circulação.
Existe também a talassoterapia que é considerada uma forma de hidroterapia, realizada com água do mar. A exposição do corpo aos estímulos naturais do mar, sol e ar, unidos á ruptura com os fatores estressantes cotidianos, contribui para o efeito dos banhos de mar seja mais completo.
Quando a hidroterapia de uma maneira geral se combina adequadamente com uma alimentação vegetal rica em frutas, cereais, verduras, frutas secas e legumes, os resultados são ainda melhores.
Para saber ainda mais sobre as formas de uso da Hidroterapia é bom conversar com um especialista da área, naturólogo ou fisioterapeuta, dependendo da necessidade corpórea.
Uma dica: Para quem está com insônia, ou muito estressado e cansado e necessita relaxar pode fazer um escalda-pés bem quente acrescentado uma xícara de argila medicinal mais 20 gotas de óleo essencial de lavanda. Deixe os pés de molho por 20 minutos cuidando sempre para não deixar a água perder a temperatura. Depois enxuga os pés fazendo uma leve fricção coloca meias e vai se deitar para dormir. Único cuidado é para não pegar friagem nos pés após os escalda-pés. È muito relaxante e agradável, uma boa dica para essa época que começa esfriar o tempo.
ESPAÇO TERAPÊUTICO QI HAI
ANA PAULA DE OLIVEIRA ROCHA MACHADO
NATURÓLOGA, FISIOTERAPEUTA, ACUPUNTURISTA
WWW.QIHAITERAPIAS.COM.BR
CONTATO@QIHAITERAPIAS.COM.BR
F(048) 9963-0189

Leave a Reply